O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, classificou como um lamentável, a morte do músico Evaldo dos Santos Rosa, no Rio de Janeiro, por militares do Exército. O carro em que Evaldo estava com a família foi alvo de mais de 80 tiros. Segundo perícia da Polícia Civil, tudo indica que os militares confundiram o carro da família com o de assaltantes.

O ministro participou de uma audiência pública na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados para apresentar programas e prioridade da pasta.

“Lamentável incidente. Agora, foi um incidente, vamos apurar e cortar na própria carne, como estamos fazendo agora. Foi um fato isolado no contexto das operações que os militares brasileiros foram envolvidos até agora, e será apurado até as últimas consequências”, disse Azevedo.
ora, e será apurado até as últimas consequências”, completou o ministro.

A juíza Mariana Campos, da 1ª auditoria da Justiça Militar, decidiu pela conversão da prisão temporária em preventiva de 9 dos 10 militares presos por participação na morte de Evaldo da Silva.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Wallber Virgolino promete armar guarda municipal de João Pessoa “A Guarda Municipal será um braço armado do município”

O delegado Wallber Virgolino (Patriota), candidato à Prefeitura de João Pessoa, prometeu q…