O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, João Corujinha,  firmou, uma parceria com o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba com o objetivo de integrar as ações das Escolas de cada órgão, a Legislativa e a Judiciária, para a difusão de conhecimentos sobre a importância da participação política consciente de jovens e adolescentes.

João Corujinh destacou a importância da parceria para a troca de experiências entre os órgãos, e para a ampliação dos trabalhos já realizados pela Escola Legislativa e a Judiciária dentro das instituições de ensino da Capital. “Firmando esse convênio, vamos trocar experiências e levar para as escolas de João Pessoa o trabalho do Legislativo e do Judiciário. Essa parceria é importante para a cidadão saber que a Justiça também está aberta para o povo conhecer o seu trabalho”, declarou.

O presidente em exercício do TRE-PB, desembargador José Ricardo Porto, destacou o convênio como forma de incentivar a participação popular no processo político e eleitoral. “É uma parceria absolutamente salutar, porque a Escola Judiciária, onde se exerce a cidadania em toda sua plenitude, vai iniciar um relacionamento mais próximo com a CMJP, que representa todos os segmentos da sociedade pessoense. A parceria tem a função essencial de aproximar o Poder Legislativo, como também de mostrar a importância e a relevância da participação popular no tocante às eleições e, consequentemente, ao trabalho do TRE-PB”, afirmou o desembargador.

Para o diretor da Escola Judiciária Eleitoral da Paraíba, Juiz Antônio Carneiro de Paiva Júnior, a parceria é importante para levar aos jovens e adolescentes informações sobre a importância do acompanhamento das gestões, após as eleições, e sobre como os órgãos públicos funcionam.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Presidente do TSE alerta sobre cuidados sanitários na campanha e pede debate sem ódio e sem mentiras

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, alertou …