O município da Prata e outros 45 do estado da Paraíba, foram classificados com alto índice de infestação do Aedes aegypti, com risco de surto para as doenças dengue, zika e chikungunya,de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

A definição do nível de risco de surto é feito através da análise do primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2019. O LIRAa é um instrumento que faz o controle do vetor e das doenças (dengue, zika e chikungunya).

O objetivo é que, com a realização do levantamento, os municípios tenham melhores condições de fazer o planejamento das ações de combate e controle do mosquito.

No município da Prata, além do clima propício para a reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, a falta d’água, problemas urbanísticos como o lixo e a falta de saneamento criam condições para que a água parada se torne berçário para ainda mais mosquitos.

Em contato com a reportagem, a Prefeitura Municipal da Prata, através da Secretaria de Saúde, garantiu vem intensificando ações objetivando o combate ao mosquito transmissor da dengue, o aedes aegypti.

Veja o levantamento de todos os municípios paraibanos no site do Ministério da Saúde, a partir da página 51.http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/abril/29/liraa-1-2019.pdf

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Jair Bolsonaro destina crédito suplementar de R$ 15 milhões para obra de adequação da BR-230 na Paraíba

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por meio do Ministério da Infraestrutura, desti…