O presidente da republica, Jair Bolsonaro, afirmou ter ido “no limite da lei” com o o decreto assinado esta semana que regulamenta a posse, o porte e a comercialização de armas e munições para caçadores, atiradores esportivos e colecionadores, os chamados CACs.

Durante sua live no Facebook, Bolsonaro rebateu as críticas feitas dizendo ter regulamentado o que pode dentro da lei.

“Estão falando barbaridades em relação ao decreto. Não fui além do limite da lei. Não é apenas compromisso de campanha”. Segundo ele, o decreto demorou a sair pois o governo precisou ouvir vários interessados.

“A questão dos CACs demorou um pouco sim. Não é fácil, em um decreto, fazer justiça de forma rápida. Você consulta a questão jurídica, vai no Ministério da Defesa, no Ministério da Justiça, ouve atiradores, ouve gente do povo. E no limite da lei regulamentamos o que pudemos”, declarou Bolsonaro.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Ricardo Coutinho destaca potencial do turismo religioso de João Pessoa e se compromete a construir um grande Espaço Gospel

Além de ter um dos litorais mais bonitos do Brasil, João Pessoa guarda alguns dos mais val…