O debate sobre Segurança Pública mais aguardado do I Congresso Nacional dos Policiais Antifascismo terminou em confusão generalizada entre o ex-candidato à presidência da República Ciro Gomes (PDT), a deputada federal Maria do Rosário (PT) e simpatizantes do ex-presidente Lula.

O evento foi realizado na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Além de Ciro e de Maria do Rosário, a mesa principal contou ainda com a presença do deputado federal Marcelo Freixo (PSOL), do presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco Áureo Cisneiro, e do delegado e coordenador do movimento nacional dos policiais Antifascismo, Orlando Zacconi. O Congresso termina nesta terça-feira (28).

O auditório estava dividido entre jovens simpatizantes do PDT, PT e PSOL, além de estudantes da própria UFPE e policiais do movimento Antifascismo. Um telão foi instalado fora do auditório para os que não conseguiram entrar.

Último a falar, Ciro Gomes avisou desde o início que faria provocações e não mentiu. Ele disse que seria o chato da noite e não falou nada que já não vinha dizendo desde que as eleições terminaram. Só quem não acompanha a trajetória e as estratégias eleitorais do ex-governador do Ceará não imaginaria o que iria acontecer durante o debate.

O quadro de tensão já começou a se desenhar nos discursos de Marcelo Freixo e Maria do Rosário, que defenderam a unidade do campo progressista na luta contra o fascismo. Era um recado claro ao debatedor que estava na ponta direita da mesa.

Ciro olhava, esboçava um sorriso e escutava. Quando pegou o microfone, o líder do PDT fez elogios aos colegas, especialmente a Marcelo Freixo, a quem reconheceu como um dos melhores quadros da política nacional. Mas repetiu que estava ali para provocar o debate. A estratégia de Ciro Gomes é simples: de olho em 2022, ele avança sobre os votos do PT apostando no desgaste da inviabilidade eleitoral do ex-presidente Lula, preso há mais de um ano em Curitiba após a condenação em 2ª instância no polêmico processo do tríplex do Guarujá.

Veja um trecho da fala de Ciro Gomes: 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Política
Comentários estão fechados.

Veja Também

ÁUDIO: Genivaldo Tembório intermedia doação de terrenos e deve virar alvo de representação por uso da maquina pública para fins eleitorais

O candidato a prefeito pela coligação ‘O trabalho continua’, Genivaldo Tembório (Cidadania…