O presidente da República, Jair Bolsonaro, demonstrou entusiasmo com estudos para implementação de uma moeda única entre Brasil e Argentina, inicialmente, com a possibilidade de expansão para outros países do Mercosul.

O assunto foi tratado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em reunião, nesta quinta-feira (6), com empresários e integrantes do governo, inclusive Bolsonaro, em Buenos Aires, capital da Argentina. A moeda já teria até nome: “peso-real”.

“O Paulo Guedes nada mais fez do que dar um primeiro passo para o sonho de uma moeda única na região do Mercosul. O peso-real. Como aconteceu o euro lá atrás, pode acontecer o peso-real aqui. Pode acontecer. É o primeiro passo”, afirmou Bolsonaro.

Ao ser questionado se apoia a ideia, o presidente voltou a dizer que seu forte não é economia, mas acredita no conhecimento e patriotismo de Guedes. Ao ser indagado se o Brasil teria de “pagar um preço” devido à crise econômica pela qual vive a Argentina no caso da moeda única, Bolsonaro usou a ilustração de um casamento.

“Em todo casamento alguém perde alguma coisa, né, e ganha outras. Eu sou pelo casamento. Eu sou pela família tradicional”, afirmou.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Economia
Comentários estão fechados.

Veja Também

Candidatos a vereador rompem com Micheila Henrique e anunciam apoio a Anna Lorena, em Monteiro

A candidatura à reeleição da prefeita Anna Lorena (PL) não para de receber adesões. Neste …