Deputados da oposição protocolaram, na Câmara dos Deputados, um requerimento para que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, disponibilize o aparelho celular funcional utilizado durante o período de 2015 a 2016, época em que fazia uso do aplicativo Telegram.

O documento é assinado pelo vice-líder da Oposição, o deputado federal Gervásio Maia (PSB-PB) e o vice-líder do PSB, Camilo Capiberibe (AP).

Alvo de vazamentos por parte do site The Intercept Brasil e que colocam em cheque sua parcialidade, tanto Moro quando o procurador Deltan Dallagnol se negam a entregar os aparelhos para a perícia. Ambos também dizem desconhecer o conteúdo das mensagens, alegando que o conteúdo poderia ter sido adulterado.

No requerimento os congressistas pedem ainda informações às operadoras de telefonia sobre se houve alguma devolução de aparelho celular institucional por parte do ex-juiz, assim como que seja informado o número de série e prefixo telefônico.

O documento foi endereçado ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ainda sem data para ser deliberado.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Política
Comentários estão fechados.

Veja Também

Ruy Carneiro defende retomada do Projeto Verão Total em João Pessoa

Dinamizar o turismo através da conexão com o calendário de atividades culturais, estimular…