“#Não se cale!”- Está mensagem de incentivo à denúncia da violência contra a mulher circulará, a partir do mês de agosto, pelo trânsito de João Pessoa. A campanha será afixada no para-brisa traseiro de 20 ônibus coletivos, por meio da mídia ‘busdoor’, contendo, ainda, os telefones para denunciar casos de violência doméstica (180, 190 e 197)

A iniciativa foi viabilizada por meio de convênio assinado pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, e pelo diretor institucional do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano do Município de João Pessoa (Sintur), Isaac Júnior Moreira.

O documento assinado prevê a realização de campanhas institucionais de cunho educativo, que tenham como escopo o esclarecimento da sociedade sobre a Lei Maria da Penha, a serem disseminadas através de peças publicitárias elaboradas sob responsabilidade do TJPB e afixadas nos denominados busdoor, observada a legislação vigente.

“O Sintur, enquanto agente da sociedade, também tem responsabilidade social e este convênio vai funcionar para que prestemos o nosso apoio a causas como essa. Estamos colaborando para dar ênfase a campanhas de não violência contra a mulher. É uma obrigação e uma satisfação nossa”, declarou Isaac Moreira.

Para o presidente do TJPB, é mais uma parceria firmada para fortalecer o enfrentamento à violência doméstica contra a mulher. A hashtag (#não se cale) vem como uma mensagem do Judiciário para dar visibilidade ao tema e para que qualquer crime de violência contra a mulher seja denunciado”, enfatizou.

Durante a assinatura, a coordenadora da Mulher em Situação de Violência do TJPB, juíza Graziela Queiroga Gadelha, lembrou que a campanha será executada no mês de comemoração do aniversário de 13 anos da Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006) e de mais uma edição da Semana ‘Justiça pela Paz em Casa’, que aumenta o julgamento de processos envolvendo o assunto, por meio de esforços concentrados.

“É uma das ações previstas para o mês de agosto. Precisamos massificar campanhas que visem enaltecer o respeito à mulher e demonstrar que ela não deve se calar diante de qualquer tipo de violência, mas, confiar e buscar os meios legais para que esta prática seja coibida”, afirmou.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Wallber Virgolino promete investimentos focados na assistência básica e saúde preventiva

O candidato do Patriota à Prefeitura de João Pessoa, Wallber Virgolino, cumpriu agenda de …