O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que pretende acelerar o processo de privatização e defendeu o presidente da República, Jair Bolsonaro, a quem classificou como “homem de princípios”.

Guedes também afirmou que Bolsonaro pretende “disparar o canhão da privatização” e que “vem empresa grande por aí”.

De acordo com o ministro, a venda de ativos da União contribuirá para a redução dos juros da dívida pública pagos pelo governo federal e é a 2º prioridade depois da aprovação da reforma da Previdência.

“O país está carregando ativos, algumas estatais viraram focos de aparelhamento, não investem e não deixam o setor privado investir. Nós temos que vender esse troço”, Declarou Guedes.

 

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Economia
Comentários estão fechados.

Veja Também

Justiça intima grupo de Genivaldo Tembório à retirar pesquisa fake das redes sociais

Na tarde da última quinta-feira (22), a Coligação Mudar Para Crescer que tem como candidat…