No trimestre encerrado em junho, a taxa de desemprego no Brasil caiu para 12%, atingindo 12,8 milhões de pessoas.

As informações estão contidas em dados divulgados nesta quarta-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Esta é a terceira queda na comparação com o mês anterior, e representa recuo também em relação ao primeiro trimestre do ano, quando ficou em 12,7%, e em relação ao mesmo período de 2018, quando a taxa foi de 12,4%.

O diretor-adjunto de Pesquisas do IBGE, Cimar Azeredo, demonstrou entusiasmo com os indicadores:

“O número de empregados com carteira assinada nunca cresceu tanto desde o trimestre terminado em junho de 2014. É uma variação significativa.”

O número de trabalhadores por conta própria alcançou 24,1 milhões de pessoas. O número é recorde.

Azeredo também destaca o crescimento da população ocupada, o maior na comparação anual, com aumento de 2,4 milhões de pessoas. O rendimento médio no período ficou em R$ 2.290.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Economia
Comentários estão fechados.

Veja Também

PSDB vai instaurar procedimento para expulsar prefeito da Paraíba flagrado com dinheiro na cueca

O PSDB nacional decidiu instaurar um procedimento ético-disciplinar contra o prefeito da c…