“Ministério Público continua com as investigações”. Isso foi o que garantiu, nesta quinta-feira (8), o procurador-geral de Justiça da Paraíba, Francisco Seráphico, sobre a Operação Calvário. Seráphico assegurou que não existe nenhuma interferência do processo eleitoral que o reconduziu ao cargo de procurador pelo governador João Azevedo (PSB) no curso das investigações.

“Não existe qualquer obstáculo da procuradoria geral, nem poderia existir porque esse é um dever do Ministério público de proceder com as investigações contra quaisquer pessoas que se entenda ou que se tenham elementos que indiquem alguma possível irregularidade. Então o Ministério Público continua com as investigações de forma independente e em seu fluxo normal. Não existiu qualquer interferência de um processo eleitoral, de outros poderes na investigação da operação”, afirmou

 

 

Fonte: Fonte 83

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Judiciário
Comentários estão fechados.

Veja Também

Anna Lorena diz que está preparada e pronta para enfrentar adversária em debates e entrevistas

A prefeita e pré-candidata a reeleição, Anna Lorena, afirmou na tarde desta quinta-feira (…