O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou hoje o mandato do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), por abuso de poder político e econômico ao usar a estrutura do Governo do Estado em favor de sua campanha.

A perda do mandato também se estende para sua vice, Eliane Aquino. No julgamento do TRE, que teve placar de 6×1 pela condenação, Belivaldo teve a inelegibilidade decretada por oito anos.

A cassação se deu, segundo a ação ajuizada pelo MP Eleitoral, pelo uso repetido da propaganda institucional e da máquina administrativa do Governo do Estado de Sergipe para promover a imagem de Belivaldo, o que beneficiou sua candidatura.

Investigações apontaram que o governador assinou dezenas de ordens de serviços em solenidades públicas em diversos municípios sergipanos. Em muitos casos, os processos licitatórios não estavam concluídos. Em levantamento no Diário Oficial do Estado, ficou comprovado que as ordens de serviço eram emitidas antes da assinatura e publicação dos contratos.

O político poderá recorrer da decisão. Caso isto ocorra, o governador permanece no cargo até decisão final do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Candidato a vereador de João Pessoa ‘Guga de Jaguaribe’ agride e ameaça morador do bairro de Jaguaribe

No último domingo (27), por volta das 16 horas, em estabelecimento comercial situado no Ba…