O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba abriu inquérito civil para apurar despesas excessivas de vereadores do município de Natuba, no Agreste, com serviços de assessoria. A informação está na edição de hoje do Diário Eletrônico do órgão.

“Instaurado a partir de representação dos vereadores da Câmara Legislativa do Município de Natuba-PB, tendo por
objeto apurar supostas irregularidades com despesas excessivas no pagamentos a pessoas jurídicas, sobretudo, com serviços de assessoria”, diz a portaria. O procedimento foi aberto pelo procurador eleitoral Victor Veggi.

A Câmara Municipal de Natuba ganhou forte repercussão em maio deste ano, após o assassinato do vereador de Natuba, Antônio Sobrinho (MDB). Dois homens, em uma motocicleta, efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a vítima.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Estável, Bolsonaro queria ir a jogo do Palmeiras, mas leva ‘puxão de orelha’ de médico

O quadro de saúde do presidente Jair Bolsonaro (PSL) se mantém estável neste sábado (14), …