O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba abriu inquérito civil para apurar despesas excessivas de vereadores do município de Natuba, no Agreste, com serviços de assessoria. A informação está na edição de hoje do Diário Eletrônico do órgão.

“Instaurado a partir de representação dos vereadores da Câmara Legislativa do Município de Natuba-PB, tendo por
objeto apurar supostas irregularidades com despesas excessivas no pagamentos a pessoas jurídicas, sobretudo, com serviços de assessoria”, diz a portaria. O procedimento foi aberto pelo procurador eleitoral Victor Veggi.

A Câmara Municipal de Natuba ganhou forte repercussão em maio deste ano, após o assassinato do vereador de Natuba, Antônio Sobrinho (MDB). Dois homens, em uma motocicleta, efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a vítima.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

PSDB vai instaurar procedimento para expulsar prefeito da Paraíba flagrado com dinheiro na cueca

O PSDB nacional decidiu instaurar um procedimento ético-disciplinar contra o prefeito da c…