A vereadora Eliza Virgínia (PP) anunciou, que vai apresentar Projeto de Lei para dar o direito a meia-passagem aos estudantes de João Pessoa através da ‘ID Estudantil’, que é resultado da medida provisória criada pelo presidente Jair Bolsonaro, para oferecer a carteira estudantil em formato digital. O projeto será apresentado na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) na próxima terça-feira (17).

Segundo Eliza, o Procon da Paraíba informou que a ‘ID Estudantil’ não vale para que os alunos consigam meia-passagem, servindo apenas para a entrada em estabelecimentos. “Queremos garantir, em lei, que todos os alunos de João Pessoa possam ter o direito da meia-passagem por meio da carteira estudantil digital e gratuita, não tendo que recorrer as carteiras emitidas pelos órgãos estudantis”, justificou.

“Em um período em que o país vem se recuperando de uma crise, o Governo Federal oferece a carteira gratuita. Não podemos deixar isso passar. Se temos uma medida que construirá diretamente no bolso na população, que esse direito não seja negado aos nossos alunos e caso os que queiram continuar pagando para ter a carteira, que o faça, mas de forma voluntária e não de forma obrigatória”, disse.

No caso das carteiras digitais, Eliza informou que enquanto o aluno estiver matriculado em estabelecimento de educação e ensino ele terá o direito a carteira, e perderá a validade quando o estudante se desvincular do estabelecimento. “A ideia é oferecer essa segurança para os estudantes da Capital, dando um custo zero, a meia-passagem e evitando a burocracia”, finalizou.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Felisardo Moura registra candidatura no TSE pelo Democratas para disputar Prefeitura da Prata

O Democratas (DEM) registrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a candidatura do poeta …