Parlamentares vão analisar, nesta terça-feira (24), os vetos do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao projeto de lei que pune o abuso de autoridade.

Convocada para as 15h, a sessão do Congresso Nacional também deve votar um projeto que abre um crédito de R$ 3,042 bilhões no orçamento e que facilita a liberação de emendas parlamentares.

Esta sessão fez o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), adiar a votação do primeiro turno da reforma da Previdência para quarta-feira (25), deixando integrantes do governo Bolsonaro bastante surpresos.

Os senadores iriam votar o texto na terça, para quando ficou mantida apenas a votação da nova versão do relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

ÁUDIO: Genivaldo Tembório intermedia doação de terrenos e deve virar alvo de representação por uso da maquina pública para fins eleitorais

O candidato a prefeito pela coligação ‘O trabalho continua’, Genivaldo Tembório (Cidadania…