Para quem achava que o ministro da Justiça, Sergio Moro, andava desprestigiado e fritado pelo presidente Jair Bolsonaro, acaba de ter uma grande decepção.

Afinal, o ministro acaba de obter uma vitória no campo pessoal no governo. Bolsonaro concordou com os argumentos de Moro e manteve no cargo o delegado Maurício Valeixo, diretor-geral da PF.

Havia um movimento para que Bolsonaro demitisse o delegado, o que enfraqueceria Moro. O clima de paz entre os dois pode ser constatado quando Moro e sua mulher Rosangela visitaram Bolsonaro e a esposa Michelle, quando ele ainda convalescia no hospital. Não se faz política com o intestino. Moro ganhou este round.

Eleições de 2022

Quem acha também que Sérgio Moro aproveitará a boa popularidade no governo para se contrapor a Bolsonaro em 2022 , pode quebrar a cara novamente. Em entrevista a Isto É, Sérgio Moro disse que não pretende ser candidato a presidente da República e que o seu candidato é Bolsonaro. No máximo, ele pode ser vice do atual presidente.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Política
Comentários estão fechados.

Veja Também

Presidente do TSE alerta sobre cuidados sanitários na campanha e pede debate sem ódio e sem mentiras

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, alertou …