O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), atual presidente da Fundação João Mangabeira (FJM), considera o governo de Jair Messes Bolsonaro (PSL) ilegítimo.

De acordo com o socialista, o atual presidente foi eleito com base em uma fraude e através da manipulação coletiva das pessoas.

“Bolsonaro não é legítimo. Ele ganhou a eleição em cima de uma farsa, de uma fraude. Ele ganhou a eleição porque manipularam consciências coletivamente e que porque retiraram o principal competidor da disputa de uma forma violenta”, afirmou.

Ricardo Coutinho avaliou ainda, que o estrago que foi feito no Brasil é grave e que era algo impensável há poucos anos. Ricardo afirmou que o que tem acontecido no País não é mais um fenômeno apenas político, mas mental e comportamental a ser estudado futuramente pelas neurociências.

“É uma caminhada muito longa. O estrago que foi feito é algo inimaginável para todos nós alguns anos atrás. O surgimento de uma catarse, de uma manipulação coletiva que não é a política que vai explicar isso. Quem vai explicar é a neurociência. As pessoas foram levadas a uma determinada postura de ódio, de perseguição, de irracionalidade de uma forma completamente diferenciada e a tecnologia atuou nisso”, disse Ricardo Coutinho.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Exame de paciente com suspeita para Coronavírus em Ouro Velho tem resultado negativo

O líder político, Dr Júnior, informou por meio das redes sociais, na tarde desta terça-fei…