O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, demonstrou indignação, nesta quarta-feira (23), com as cenas promovidas pelo Greenpeace em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília.

Pelo menos 17 extremistas climáticos da ONG foram detidos pelas forças de segurança por suspeita de crime ambiental.

“Não bastasse não ajudar na limpeza do petróleo venezuelano nas praias do Nordeste, os ecoterroristas ainda depredam patrimônio público”, disse Sales.

“Os manifestantes foram encaminhados à 5ª DP e poderão responder pela Lei nº 9.0605/98, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente”, disse a Polícia Militar (PM) em nota.

Poucos dias atrás, o ministro Salles havia ironizado a falta de ações do Greenpeace para ajudar na contenção dos danos causados pelo derramamento de petróleo no litoral do Nordeste.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

ATITUDE LAMENTÁVEL: Candidata a Vice-Prefeita em Ouro Velho chama à população de ‘Porcos’

A candidata à vice-prefeita na chapa encabeçada pela Irmã Paula, Professora Camila, em sua…