O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, neste sábado (26), que pode ficar sem partido.

O chefe do Executivo acredita que isso não afetaria as votações no Congresso Nacional, porque os parlamentares “têm votado por um ideal”.

Durante viagem a Pequim, capital da China, Bolsonaro declarou que tudo pode acontecer.

“Tudo pode acontecer. Nunca fui afeto à política, acredite se quiser. […] Eu posso ser um presidente sem partido. As votações na Câmara e no Senado estão sendo feitas por ideal.” Disse Bolsonaro.

E acrescentou sobre a perda do mandato, caso o presidente fique sem partido.

“Senador, deputado, prefeito e governador podem ficar sem partido que não têm problema de perder mandato. Tanto faz eu estar sem partido ou com partido.” Falou o presidente.

Ao comentar sobre as eleições de 2020, Bolsonaro afirmou ainda que pretende ter uns 30, 40 candidatos pelo Brasil, ao menos nas capitais:

Dos 50 parlamentares do PSL, tem 30 fechados conosco. Eles sabem que quem vai disputar a prefeitura é melhor tirar uma foto comigo. […] Mas eu tenho que ter decisão sobre o partido, não posso entrar e chegar na convenção como eles têm a maioria, me deixam para trás. Tem que ter um partido que tem confiança.” Finalizou.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Política
Comentários estão fechados.

Veja Também

VEJA: Blogueira que ataca oposição da Prata, recebe através da secretaria de Educação do município um salário de R$ 1.500 reais

Não é de hoje que a cidade da Prata, conta com diversos disseminadores de ódio nas redes s…