O prefeito interino Marcus Diogo, de Guarabira, cancelou nesta segunda-feira (28) o show de Márcia Fellipe na Festa da Luz 2020. A decisão veio após polêmica declaração da cantora de que apenas Jesus é santo, ao comentar a canonização da Irmã Dulce, primeira santa brasileira canonizada em outubro deste ano. A informação foi dada pelo jornalista Luís Tôrres, no programa Arapuan Verdade.

Mais cedo, o prefeito interino disse ao ClickPB que aguardaria mais um tempo para decidir o que faria sobre o show de Márcia Fellipe.

Na postagem feita em seu perfil no Instagram, ela comentou: “Ajudar o próximo, sim! Mas não faz nenhum ser humano ser ‘santo’. Santo só o senhor Jesus Cristo. Não se deixem enganar (leiam a Bíblia). ‘E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará’. João 8:32”, citando um versículo bíblico.

Os internautas não perdoaram a fala da artista e pediram respeito as diversas religiões existentes no país, que é considerado um dos mais sincréticos do mundo. “Ridícula, que falta de respeito. Quem é você para dizer o que é certo e o que é errado? Lê a bíblia inteira e não sabe o significado de cada palavra. Sua leitura foi em vão. Leia novamente e compreenda as suas palavras, você não é digna de dizer nada. Respeite a religião dos outros. Não nos metemos na sua”, escreveu um seguidor da página.

“Cadê o respeito pela religião dos outros?”; “Você só tem e diz que lê a Bíblia por conta dos católicos. Então, linda, não só leia e decore. Estude cada palavra”; “Vive mostrando o corpo em todo lugar, essas músicas ridículas e vulgar e vem aqui comentar uma coisa dessas”; “Respeite a fé das pessoas” e “Cante menos e estude mais a Bíblia meu amor”, foram alguns entre a centena de comentários detonando Márcia Fellipe.

 

Fonte: Click PB

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Candidatos a vereador rompem com Micheila Henrique e anunciam apoio a Anna Lorena, em Monteiro

A candidatura à reeleição da prefeita Anna Lorena (PL) não para de receber adesões. Neste …