A crise entre o deputado federal Gervásio Maia e o governador João Azevêdo Lins Filho, ambos do PSB, não tem fim e cada semana surge novos conflitos. Nesta terça-feira (29), o parlamentar rebateu João Azevêdo e disse: “Eu não precisei de padrinho político para me eleger não. Teve um padrinho chamado Ricardo e talvez João Azevêdo não se lembre mais”.

Em entrevista ao programa  “Arapuan Verdade”, do Sistema Arapuan de comunicação, o deputado federal Gervásio Maia confessou que não estava entendendo o objetivo dos ataques que vinha sofrendo do governador. “Confesso que não estou entendendo toda essa movimentação estranha. Desde a semana passada que eu tenho percebido que os ataques foram deflagrados. Não estou entendo qual o objetivo do governador está me atacando”, comentou.

Com relação as emendas, o socialista informou que tem até o mês de fevereiro para definir as emendas parlamentares e anunciou que já estão garantidos recursos para a manutenção dos Hospitais da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), em Campina Grande, do tratamento do Câncer, São Vicente de Paulo, em João Pessoa, e Menino Jesus, em Uiraúna.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Política
Comentários estão fechados.

Veja Também

Ricardo Coutinho destaca potencial do turismo religioso de João Pessoa e se compromete a construir um grande Espaço Gospel

Além de ter um dos litorais mais bonitos do Brasil, João Pessoa guarda alguns dos mais val…