A Câmara Municipal de Prata, elogiada recentemente por ter aprovado um requerimento para investigar o prefeito, Júnior de Nôta. Tá tendo uma certa demora para apreciar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o uso inapropriado das máquinas do município.

Os vereadores da oposição, estão alardeando aos quatros cantos da cidade que irá fazer o aniversário da CPI que está parada na mesa da presidência da câmara há um ano.

A CPI teve origem, após uma denúncia da oposição, em que uma caçamba da prefeitura de Prata, estava sendo utilizada pelo o prefeito, Júnior de Nôta, em uma obra de sua construtora no município de Juazerinho.

A oposição resolveu dar a entrada na CPI, mas ela parou na mesa do ex-presidente, Bosco Neri, que não deu entrada e nenhuma resposta sobre o andamento das investigações por parte da câmara. O legislativo de Prata já está com um novo presidente, Antônio Carlos conhecido popularmente por (Toinho de Bebê), que também não dá nenhuma resposta sobre o caso, e a CPI continua engavetada em sua mesa.

Bosco e Toinho, não dão resposta aos questionamentos feito pela oposição, sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

Enquanto a câmara caminha há passos de Tartaruga para apreciar a matéria, a população da cidade quer uma reposta imediata sobre o caso, que até agora nada foi solucionado.

Relembre o caso:

 

CPI que foi protocolada na Câmara:

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

VEJA OS BENS DECLARADOS: Candidato a prefeito da Prata, Genivaldo Tembório é um dos mais ricos da região do cariri

O candidato a prefeito da prefeito da Prata, Genivaldo Tembório, declarou de bens a justiç…