A vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, esteve em Campina Grande representando o governador João Azevedo, atendendo ao convite do Governo Federal para receber institucionalmente o Presidente da República, Jair Bolsonaro, na visita a Paraíba.

O Presidente esteve no estado para entregar o Complexo Habitacional Aluízio Campos.

Durante o seu discurso, Lígia foi interrompida por vaias e burburinhos com a intenção de barrar a sua fala. Para vice-governadora o episódio não passou de um caso isolado no evento.

“Isto não reflete o sentimento real do campinense e sim de um grupo que tentou atrapalhar meu discurso. Nada prejudica mais o povo do que a guerra política. Nós temos que separar a gestão pública das diferenças políticas. Não importa a distinção entre homens e mulheres, eles podem pensar diferentes e estar juntos. Não existe um povo de situação ou oposição, existe um povo que precisa de emprego, de renda, um povo que precisa de oportunidade e união,” disse.

De acordo com a vice-governadora é com a democracia que se aprende a ter equilíbrio e encontrar a solução de problemas que atinjam os paraibanos.

 

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Bolsonaro manda demitir número 2 da Casa Civil que usou avião da FAB

O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir Vicente Santini do cargo de secretário-executi…