O deputado federal paraibano Ruy Carneiro (PSDB) usou a tribuna da Câmara dos Deputados para criticar o novo entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) que derruba a prisão em segunda instância para réus que não tiveram o trânsito em julgado. Ele defendeu a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 410/2018, que restabelece a prisão após condenação em segunda instância.

“Deixar claro a nossa posição em relação à PEC 410 de 2018, que é a PEC que possibilita prisão em segunda instância. Agentes sociais de todo o Brasil vão liberando relações com posições de parlamentar com relação a esta questão”, afirmou.

O problema é que especialistas na área jurídica consideram a PEC inconstitucional. Artigo assinado pelos professores de Direito Constitucional da Unisinos (RS) e da UFMG afirma que PECs não podem derrubar “os direitos e garantias individuais”, que estão previstas no inciso LVII do art. 5º da Constituição: “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.

A PEC visa mudar o texto do artigo 5º para “ninguém será considerado culpado até a confirmação de sentença penal condenatória em grau de recurso”.

“O que implicaria, em termos práticos, inverter o ônus argumentativo da acusação para a defesa, esvaziando a presunção de inocência. Mais que restringe, a PEC mutila a garantia. Absolutamente inconstitucional, pois. A PEC 410 parte do pressuposto constitucionalmente incorreto, equivocado e absurdo, segundo o qual se poderia restringir e, assim, subverter a presunção de inocência, invertendo o ônus argumentativo, em base numa concepção normativamente fraca segundo a qual direitos devem ceder a argumentos políticos”, ressalta trecho do artigo dos professores ao Conjur.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Justiça intima grupo de Genivaldo Tembório à retirar pesquisa fake das redes sociais

Na tarde da última quinta-feira (22), a Coligação Mudar Para Crescer que tem como candidat…