Nomeado para Comissão Provisória que gere o PSB na Paraíba, o deputado estadual Buba Germano (PSB) atribuiu as recentes crises partidárias no país ao fundo partidário, sem citar diretamente o caso do seu partido.

“O que tem por trás de tudo isso são algumas legendas que estão preocupadas, que tem que sair pelo interior para fazer pelo menos um representante, vereadores. O que me parece é que a discussão maior não é nem a questão política, é a questão do fundo partidário”, disse.

O parlamentar foi questionado sobre o convite para secretaria especial na Comissão Provisória quando deu a declaração. Ele ainda afirmou que “queiram ou não” faz parte, ao lado dos também deputados Jeová Campos e Cida Ramos, do grupo de membros natos da legenda e não teria motivos para deixar o PSB.

“Somos membros natos, queiram ou não. Não tenho nenhum motivo para sair do PSB. Só tive dois partidos na minha vida. Não tenho nenhuma dificuldade de tratar desse assunto. A eleição é municipal. Nós parlamentares não podemos estar trocando de partido. Não existe ainda na legislação nenhuma abertura para esse tipo de procedimento”.

“Tanto João, quanto Ricardo, tem tanto respeito por mim, que nem João vai pedir para eu sair do PSB, nem Ricardo pedirá para eu fazer oposição ao governo João”, afirmou.

 

Da redação com Mais PB

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Política
Comentários estão fechados.

Veja Também

Governo do Estado nega pagamento a Livânia Farias e aponta erro em sistema

A Secretaria de Estado da Administração do Governo do Estado da Paraíba divulgou um comuni…