A prefeita de Ouro Velho, Natália Lira, participou, de uma audiência pública em Campina Grande, no auditório da promotoria de justiça, em que na oportunidade foi apresentado o projeto Fim dos Lixões, com explanação e assinatura do TAC.

O evento foi aberto pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, que explicou que o projeto é realizado em parceria com a Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e o Ministério Público Federal. Ele destacou que o objetivo do MP não é a punição dos gestores, mas a resolução do problema da destinação dos resíduos sólidos.

A prefeita Natália Lira, disse que o município já vinha se preparando desde antes da assinatura do TAC para a implantação da coleta seletiva e o fim do lixão. A gestora lembrou que a coleta seletiva é um problema como tantos outros, mas para o qual a prefeitura não irá fechar os olhos.

“É um problema, como tantos outros, mas para o qual também não iremos fechar os olhos e nem ficar de braços cruzados”, falou a prefeita.

O procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, em conversa com a reportagem do Política Parahyba, falou sobre o objetivo da audiência.

“O objetivo da audiência foi tratar da Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS) e da adesão ao projeto do Ministério Público Estadual (MPE) e da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (FAMUP), na qual sugerem a solução para o fim dos lixões nos municípios, através da sensibilização da sociedade para coleta seletiva.” Finalizou.

 

Redação do Política Parahyba

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Aleksandro Pessoa é convocado para assumir vaga na Câmara de Conde

O presidente do PSB de Conde Aleksandro Pessoa será convocado, na manhã desta terça-feira …