O deputado federal Efraim Filho, líder da bancada paraibana no Congresso, afirmou em entrevista que o Democratas nunca foi tão procurado por lideranças políticas e pré-candidatos de olho nas eleições municipais do próximo ano.

Para Efraim Filho, a legenda sairá das próximas eleições como um dos três maiores partidos da Paraíba e revelou que o partido não formalizou um convite formal ao governador João Azevêdo (PSB), mas disse que o gestor é muito bem-vindo, tanto quanto o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), que deve mudar de partidos nos próximos messes.

“Têm coisas que não acontecem como a imprensa gostaria ou desejasse que alguém divulgasse essa informação do convite, mas existem construções e isso a gente vem acompanhando e sabe quando há interesse, quando não há ou quando o caminho é outro. Eu diria que eles seriam bem-vindos ao Democratas, mas é uma realidade que temos que aguardar para ver acontecer”, comentou Efraim.

Segundo Efraim, o presidente Jair Bolsonaro está tomando uma decisão corajosa ao deixar o PSL com tempo de TV e fundo partidário para começar um jogo na estaca zero. Já o governador João Azevêdo está avaliando o cenário político.

“Acho que João está muito preocupado com o campo ideológico que vai ocupar, inclusive, na disputa com o próprio ex-governador Ricardo Vieira Coutinho. É uma questão de estratégia”, explicou.

Para ele, o governador vai ter que decidir se disputa o espaço do campo da esquerda com Ricardo Coutinho ou se vai querer ocupar um outro espaço que está vazio.

“Não é uma decisão simples, fácil, mas que está sendo avaliada e ele tem pessoas que pensam ir junto com ele. Estamos acompanhando atentamente as mudanças das pedras no jogo de xadrez”, concluiu Efraim.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

CCJ aprova PL de Efraim Filho que dispensa licitação para contratação de advogados e contadores

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou proposta que permite a dispen…