O ex-secretário executivo de Turismo do Governo da Paraíba, Ivan Burity, trocou de representante jurídico e deve estar se preparando para uma delação premiada. A especulação em torno de uma suposta delação ganhou força pela advogada escolhida ser um nome especialista em delações premiadas.

A advogada paulista Veronica Sterman advogou na Lava Jato desde a primeira fase, em 2014, conseguiu que o ex-ministro Paulo Bernardo, seu cliente, fosse absolvido das acusações naquela operação na segunda turma do STF. Sua tese de mestrado na USP, inclusive, é sobre “colaboração premiada”.

Ele está preso desde o dia 9 de outubro suspeito de na quinta fase da Operação Calvário, suspeito de atuar num esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de recursos em contratos firmados com a Secretaria de Educação da Paraíba. Ivan foi apontado como responsável pelo recebimento de propina na aquisição de materiais didáticos e contratação de empresas.

Desde a prisão, ele e o ex-diretor do Hospital de Mamanguape, Eduardo Simões, estão cumprindo a pena de prisão em uma ala especial da Penitenciária de Segurança Média Hitler Cantalice, em Mangabeira.

 

 

Da redação com Polêmica Paraíba

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

ATITUDE LAMENTÁVEL: Candidata a Vice-Prefeita em Ouro Velho chama à população de ‘Porcos’

A candidata à vice-prefeita na chapa encabeçada pela Irmã Paula, Professora Camila, em sua…