A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, promulgou neste domingo a lei para convocar novas eleições gerais sem a participação de Evo Morales.

A lei também cancela o primeiro turno da eleição realizada no dia 20 de outubro.

“Chegamos a este dia com a satisfação do dever cumprido, porque esse é o principal objetivo do meu governo: novas eleições no menor tempo possível”, disse a presidente interina durante a cerimônia.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Anna Lorena diz que está preparada e pronta para enfrentar adversária em debates e entrevistas

A prefeita e pré-candidata a reeleição, Anna Lorena, afirmou na tarde desta quinta-feira (…