A Caixa Econômica Federal libera nesta sexta-feira, 29, mais uma etapa do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A medida libera até 500 reais por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em agosto serão contemplados nesta etapa. No mesmo dia, o varejo brasileiro realiza a Black Friday, data de promoções do comércio. Tanto a liberação do FGTS como o dia de descontos devem impulsionar o resultado do comércio brasileiro deste ano. A recuperação do consumo será o motor da engrenagem que ajudará a impulsionar o (leve) avanço do PIB brasileiro, e este, ao crescer, vai alavancar ainda mais as vendas daqui por diante.

Para este lote, o valor dos saques ainda será de 500 reais, apesar de o Congresso ter subido o limite para 998 reais para trabalhadores que tinham até um salário mínimo nas contas até 24 de julho, data da publicação da medida provisória que liberou os saques. Para que o limite suba, é preciso que o presidente Jair Bolsonaro sancione o texto. Quem tinha até 998 reais vai poder fazer o saque do valor remanescente posteriormente, conforme orientação da Caixa.

Com isso, a Caixa libera uma cota de até 500 reais de contas ativas (de contratos de trabalho que estão vigentes) e inativas. Caso a pessoa tenha menos que esse valor na conta, o saque pode ser feito integralmente. O limite é por conta. Ou seja, se o trabalhador tiver duas contas, por exemplo, poderá sacar até 1.000 reais, sendo 500 reais de cada uma. Também não é necessário sacar o dinheiro imediatamente no momento da liberação, já que os recursos estarão disponíveis para movimentação até o dia 31 de março de 2020.

Até o momento, a Caixa já liberou os saques para nascidos entre janeiro e julho e para trabalhadores com conta poupança da Caixa independentemente do seu mês de aniversário. Trabalhadores nascidos entre setembro e dezembro irão receber os valores no próximo mês.

Como sacar

Os saques de até 500 reais por conta podem ser feitos nas casas lotéricas e terminais de autoatendimento, para quem tem senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, apresentando documento de identificação, ou em qualquer outro canal de atendimento.

No caso dos saques de até 100 reais, a orientação da Caixa é procurar casas lotéricas, com apresentação de documento de identificação original com foto. Segundo a Caixa, mais de 20 milhões de trabalhadores podem fazer o saque só com o documento de identificação nas lotéricas.

Quem não tem senha e cartão cidadão e vai sacar mais de 100 reais, deve procurar uma agência da Caixa com CPF, RG e carteira de trabalho em mãos. As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800 724 2019, disponível 24 horas.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Economia
Comentários estão fechados.

Veja Também

Governo do Estado nega pagamento a Livânia Farias e aponta erro em sistema

A Secretaria de Estado da Administração do Governo do Estado da Paraíba divulgou um comuni…