Investigações do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba, apontam a deputada estadual Cida Ramos (PSB) como uma das mais fiéis integrantes da organização criminosa que desviou milhões dos cofres públicos estaduais, escolhida para representar os interesses da organização nos poderes Executivo e Legislativo, ligada umbilicalmente ao ex-senador Ney Suassuna.

Confira o trecho do documento

 

Recentemente, a deputada estadual Cida Ramos (PSB) confirmou, que um dos endereços vistoriados na Operação Calvário, é o escritório que ela alugou a Elvis Rodrigues Farias, marido da secretária de Administração, Livânia Farias — ambos investigados no esquema que teria desviado R$ 1,1 bilhão de recursos públicos a serem investidos na Saúde.

“A sala que eu aluguei está prevista na Viap, que é uma verba de gabinete a qual todo deputado tem direito. A busca e apreensão não foi em nome da minha pessoa. O dono da sala é quem foi alvo do mandado, então foram todas as salas que ele possui. Me ligaram, perguntaram se eu podia ir lá. Eu cedi a chave e mandei a secretária ir lá. Então, da minha parte, está tudo legalizado, com o contrato registrado em cartório”, disse Cida Ramos.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Wallber Virgolino promete investimentos focados na assistência básica e saúde preventiva

O candidato do Patriota à Prefeitura de João Pessoa, Wallber Virgolino, cumpriu agenda de …