No despacho assinado pelo desembargador Ricardo Vital, que autorizou a Operação Juízo Final, um desdobramento da Calvário, o Ministério Público da Paraíba aponta o ex-governador Ricardo Vieira Coutinho (PSB) como líder e responsável pela “organização criminosa”.

“A medida cautelar ajuizada pelo Ministério Público da Paraíba colaciona um extenso material probatório, todo ele apontando o investigado Ricardo Vieira Coutinho como principal líder da Organização Criminosa e responsável direto, tanto pela tomada de decisões dentro do organismos delituoso, quanto aos métodos de arrecadação de propina, sua divisão e aplicação. Segundo as investigações, ele é o chefe do agrupamento que teria se estabelecido no Estado Paraibano”, diz um trecho.

Além de Ricardo, foram alvos as deputadas do PSB Estela Bezerra e Cida Ramos, além da prefeita do Conde, Márcia Lucena, o irmão de Ricardo, Coriolano Coutinho e outros investigados.

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) é alvo de mandado de prisão preventiva na sétima fase da Operação Calvário, da Polícia Federal, que foi deflagrada na manhã desta terça-feira (17), na Paraíba.

São cumpridos 54 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva, nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná. Além de Ricardo Coutinho, deputados, prefeitos e secretários são alvos da Operação Calvário – Juízo Final.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Justiça Eleitoral realizará sorteio do Horário Eleitoral gratuito

A Justiça Eleitoral da Paraíba realizará no próximo dia 02/10/2020, às 10h00, na Sala de S…