Manifestantes contrários a projetos em pauta na sessão extraordinária convocada pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) invadiram o Plenário da Casa e interromperam os trabalhados na manhã desta segunda-feira (30). A sessão extraordinária suspendeu o recesso parlamentar para votar seis projetos de lei.

A Polícia Militar foi chamada para fazer a segurança no local.

Os manifestantes estenderam faixas criticando o projeto a alteração nas alíquotas previdenciárias que são recolhidas mensalmente ao Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais (Ipsem), tanto a parte do funcionalismo como a parte patronal. A contribuição dos servidores será reajustada de 11% para 14%.

Os vereadores também devem votar a abertura de crédito adicional no Orçamento de 2019, denominação de nomes de vias públicas e mais três doações de terreno. Dentre eles, uma área ao Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC).

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Wallber Virgolino promete investimentos focados na assistência básica e saúde preventiva

O candidato do Patriota à Prefeitura de João Pessoa, Wallber Virgolino, cumpriu agenda de …