A Câmara Municipal de Campina Grande aprovou com 15 votos o projeto de Reforma da Previdência que aumenta a alíquota de contribuição dos servidores públicos do município, na manhã desta segunda-feira (30). Durante a sessão extraordinária, manifestantes invadiram a casa Félix Araújo e pelo menos duas pessoas ficaram feridas.

Dos 21 vereadores, apenas cinco votaram contra a reforma da previdência municipal. Entre eles, estão os parlamentares Olimpio Oliveira (MDB), Anderson Maia (PSB), Bruno Faustino (PSB), Galego do Leite (Podemos) e Rodrigo Ramos (PDT). A presidente da Câmara, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), não vota.

A reforma aumenta a alíquota de contribuição previdenciária dos servidores em três pontos percentuais, subindo de 11% para 14%. De acordo com a Câmara, o projeto aprovado deve entrar em vigor a partir do mês de março de 2020.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Wallber Virgolino promete investimentos focados na assistência básica e saúde preventiva

O candidato do Patriota à Prefeitura de João Pessoa, Wallber Virgolino, cumpriu agenda de …