Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, o deputado federal Gervásio Maia (PSB) não descartou ser candidato nas eleições desse ano. O parlamentar ainda desabafou sobre a situação de seu líder político, o ex-governador Ricardo Coutinho e revelou as expectativas para o pleito desse ano.

Segundo Gervásio ainda é cedo para se construir nomes. “O partido tem que sentar e se reunir para avaliar a viabilidade das candidaturas nos municípios. Tem muita água pra rolar debaixo dessa ponte”, disse.

Questionamento sobre os últimos acontecimentos e a quebra de aliança com o atual governador João Azevêdo, o parlamentar  criticou a falta de diálogo, que segundo ele foi sentida antes mesmo do aliado chegar ao poder. “Era estranho a forma de tratamento. Então dava pra perceber o distanciamento. Em nenhum momento fui chamado para algum diálogo ou reunião”.

O socialista, nostálgico com o tempo em que Ricardo era governador destacou a lembrança de um estado pré e pós gestão ricardista. “Eu lembro das 54 cidades que você só chegava lá através das estradas de barros. As escolas que caiam na cabeça do povo. Os hospitais que viviam sucateados. As obras hídricas que eram abandonadas. Minha memória não me deixa esquecer do progresso que a Paraíba obteve na gestão de Ricardo”, ressaltou.

Ainda sobre o ex-governador, Gervásio ressaltou a forma com que Ricardo levou as últimas eleições, quando abriu mão do pleito ao senado federal. “Se ele fosse tão ambicioso e apegado com cargo não teria abrido mão da vaga ao senado para lutar pela campanha de João Azevêdo, um candidato que ninguém conhecia”, reforçou.

 

 

Da redação com Click PB

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Política
Comentários estão fechados.

Veja Também

“Ouro Velho segue sem caso de Covid-19”, confirma Médico Dr Júnior

A cidade de Ouro Velho, nas últimas semanas têm sido destaque nos principais jornais da Pa…