O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a ameaçar o Irã de ataques caso o país busque vingança pela morte do general Quassem Soleimani. No Twitter, ele disse que pode revidar “talvez de forma desproporcional” caso algum americano seja atinjido pelo país persa.

“Esses posts servem como uma notificação ao Congresso dos Estados Unidos de que ser o Irã atacar qualquer pessoa ou alvo dos EUA, os Estados Unidos vão rapidamente e com toda a força atacar de volta, e talvez de uma maneira desproporcional. Esse aviso legal não é necessário, mas está sendo dado mesmo assim”, escreveu.

Na véspera, Trump havia afirmado que os EUA têm 52 alvos iranianos na mira, “alguns deles de alto nível e grande importância” para o país. Ele enalteceu o poderio militar norte-americano e o investimento de US$ 2 trilhões em equipamentos e disse que pode atacar o Irã “com mais força do que nunca”.O exército iraniano respondeu ao alerta e disse duvidar que os EUA tenham coragem de executar as ameaças.”Num potencial conflito no futuro, o que eu não acredito que eles [americanos] tenham coragem de realizar, vai ficar mais claro onde os números 5 e 2 vão se encaixar”, disse o general Abdolrahim Musavi, de acordo com a agência iraniana Irna.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Veja o vídeo: Ministério Público Federal deve abrir inquérito contra Prefeitura da Prata

A utilização de equipamentos fornecidos pelo governo federal aos municípios, por meio do P…