O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Adriano Galdino (PSB-PB), saiu em defesa de colegas parlamentares, que foram citados na colaboração premiada concedida pela ex-secretária de Estado da Administração, Livânia Farias, no âmbito da Operação Calvário.

Em contato com a imprensa, o chefe do Poder Legislativo afirmou que não há como condenar alguém com base em delação, e sem a apresentação de provas.

“A delação por si só não é prova, eu acredito na Justiça paraibana, e acredito também na inocência dos deputados que foram citados pela delação”, frisou Adriano Galdino.

O presidente da ALPB ainda fez questão de destacar que o Poder Legislativo tem se relacionado com harmonia com o Executivo, atuando de maneira eficaz e produtiva, principalmente, no tocante a votação de matérias que são de interesse dos paraibanos.

“O Legislativo tem se pautado com muita responsabilidade, se preocupando na construção a cada dia de uma Paraíba melhor e mais igualitária para todos. E o governador reconheceu publicamente hoje o trabalho dos 36 deputados, que têm ajudado nessa busca e construção de uma Paraíba melhor”, disse.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Jair Bolsonaro anuncia aumento de 12,84% no piso salarial dos professores

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, an…