Em uma ação controlada realizada, em um quarto de hotel em Souza, no interior da Paraíba, a Polícia Federal flagrou uma entrega de propina de R$ 25 mil ao prefeito de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes (PSDB) para posterior repasse ao deputado federal afastado Wilson Santiago (PTB/PB). O vídeo e o áudio do encontro foram anexados à representação policial que culminou na Operação Pés de Barro, que prendeu o chefe do executivo de Uiraúna.

Desencadeada em dezembro, a ‘Pés de Barro’ apura suposto desvio de recursos da construção da Adutora Capivara, no sertão paraibano. Segundo as investigações, entre outubro de 2018 e novembro de 2019, a empresa Coenco Construções, responsável pela obra, pagou R$ 1,2 milhão em propinas a Wilson Santiago e R$ 633 mil ao prefeito.

Na representação à Justiça Federal para deflagração da Pés de Barro, a Polícia Federal registra que a conversa com George Ramalho – delator na Pés de Barro e empresário da Coenco Construções -, revela ‘impressionante naturalidade’ com que o prefeito trata das propinas.

Durante o diálogo, João Bosco cobra do empresário R$ 200 mil que estariam faltando dos valores acertados, mas George explica que estaria com R$ 25 mil que deveriam ser entregues a Evani Ramalho, secretária parlamentar de Santiago.

A mulher, que foi afastada do cargo no âmbito da operação, é apontada como suposta gerente das propinas recebidas de George e foi flagrada em outras entregas de dinheiro.

No áudio, o prefeito e o empresário conversam sobre a necessidade de uma ‘reunião técnica’ em Brasília, e dizem que ‘tem que botar Wilson no meio também’, pois seria ‘responsabilidade dele’, registra a representação da PF.

A PF registra ainda que, no dia seguinte à entrega, o motorista do prefeito de Uiraúna, Severino Batista do Nascimento Neto, informou o empresário George Ramalho, via Whatsapp, que o motorista de Wilson Santiago ‘foi pegar o dinheiro em sua casa’.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Lei do deputado Buba Germano autoriza setor industrial a produzir, transportar e comercializar álcool 70%

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, promulgou a Lei 11.728/2020, de autoria…