Nomeado há uma semana como presidente estadual do PSB, o deputado federal Gervásio Maia, falou pela primeira vez sobre o que planeja para legenda, além da denúncia apresentada ontem pelo Ministério Público da Paraíba contra integrantes da cúpula do partido, acusados de integrar uma organização criminosa que teria desviado cerca de R$ 134 milhões em contratos com a saúde e educação.

Para Gervásio Maia, apesar do conteúdo apresentado à Justiça, o partido “seguirá firme”. Mesmo assim, ele contestou o embasamento da denúncia.

“O partido tem uma história muito forte, vai seguir firme. Vejo com muita preocupação alguns movimentos, quando formula uma denúncia com base, exclusivamente, em delações. Delações podem não representar as verdades das coisas. Posso citar, por exemplo, algo que vi e considero muito grave uma das delações que circulam na internet quando se falou do MDB. Quer dizer, a própria delação fala em uma reunião, sem ter prova da reunião, e aí diz que o conteúdo da suposta reunião não teria sido efetivo, não teria havido crime. Mesmo sem provas isso foi liberado pelo Ministério Público, isso gera um dano aos que fazem política, aos que são representantes do povo. O que defendo é a prudência e serenidade de todos os setores. O que está em jogo é o futuro da Paraíba”, disse Gervasinho.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Wallber Virgolino promete armar guarda municipal de João Pessoa “A Guarda Municipal será um braço armado do município”

O delegado Wallber Virgolino (Patriota), candidato à Prefeitura de João Pessoa, prometeu q…