O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir Vicente Santini do cargo de secretário-executivo da Casa Civil nesta terça-feira, 28. A determinação ocorre depois de o número dois do ministério comandado por Onyx Lorenzoni ter viajado à Índia em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB). Com Onyx em férias, Santini estava na condição de ministro em exercício, mas poderia ter optado por voo comercial.

“A questão do avião da Força Aérea. Inadmissível o que aconteceu. Já está destituído da função de (secretário) executivo do Onyx. Decidido por mim”, afirmou Bolsonaro na chegada ao Palácio da Alvorada, após volta da viagem oficial à Índia. “Vou conversar com o Onyx, ver quais outras medidas podem ser tomadas contra ele. É inadmissível o que aconteceu. Ponto final”, acrescentou.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

ÁUDIO: Genivaldo Tembório intermedia doação de terrenos e deve virar alvo de representação por uso da maquina pública para fins eleitorais

O candidato a prefeito pela coligação ‘O trabalho continua’, Genivaldo Tembório (Cidadania…