O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) emitiu alerta contra a prefeitura de Boqueirão, no Cariri paraibano, após identificar uma série de possíveis irregularidades que podem causar a reprovação da prestação de contas, caso não sejam corrigidas.

De acordo com a Corte, a prefeitura mantém despesa com pessoal fixada em percentual superior ao limite de alerta de 54% da Receita Corrente Líquida, conforme prevê a legislação.

Outra recomendação feita no alerta diz respeito à falta de correções na Lei Orçamentária Anual 2020, no que se refere à fixação a menor de despesas com pessoal.

O alerta do TCE foi publicado na edição do Diário Oficial do Tribunal de Contas desta terça-feira (3), em versão disponibilizada para consulta nesta segunda-feira (2).

Prefeito já teve três contas reprovadas

O excesso na contratação de pessoal por excepcional interesse público e o não recolhimento de contribuições previdenciárias motivaram a reprovação das contas do prefeito João Paulo Segundo no ano de 2016.

O gestor municipal também teve as contas de 2014 e 2015 rejeitadas pela Corte, após ter sido constatadas inconsistências nos balancetes apresentados.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Economia
Comentários estão fechados.

Veja Também

Veja o vídeo: Ministério Público Federal deve abrir inquérito contra Prefeitura da Prata

A utilização de equipamentos fornecidos pelo governo federal aos municípios, por meio do P…