O ex-presidente da câmara do município da Prata e atual vereador do município, Bosco Neri, virou réu em um processo por improbidade administrativa. Bosco comandou o legislativo pratense no biênio 2017 e 2018.

No despacho o juiz da vara única de Sumé, apontou várias irregularidades na gestão Bosco Neri a frente da câmara municipal, dentre elas improbidade administrativa e violação aos princípios administrativos.

Dentre os acusados, está também uma cunhada do ex-presidente, Simone Zuza Vieira, que também virou réu no processo, que teve como autor o Ministério Público do Estado da Paraíba.

 

Confira o despacho:

 

Fonte: Nota Nacional

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Candidatos a vereador rompem com Micheila Henrique e anunciam apoio a Anna Lorena, em Monteiro

A candidatura à reeleição da prefeita Anna Lorena (PL) não para de receber adesões. Neste …