A região Nordeste é a maior do Brasil com percentual de prefeitas (16%) e com o maior número absoluto: 288 prefeitas, diante de 1.505 prefeitos, conforme levantamento do Instituto Alziras. Os dados mostram que as mulheres representam 51% da população brasileira, mas apenas 12% governam prefeituras. Na Paraíba, dos 223 municípios, as mulheres comandam apenas 41, o que representa 18,4% do total. Diante dessa realidade, o Estado ocupa a quarta posição entre os estados nordestinos no número de mulheres à frente dos Executivos.

Dos 223 municípios da Paraíba, a gestão que está chamando mais a atenção dos noticiários paraibanos, é exatamente de uma mulher. A prefeita de Ouro Velho, Natália Carneiro Nunes de Lira.

Natália foi eleita prefeita de Ouro Velho, em 2012, dentre as várias promessas de campanha, era pagar o funcionalismo público em dia, e tocar várias obras no município. A prefeita não só cumpriu, como fez mais, muito mais.

O reconhecimento do seu trabalho, colocou-a novamente na disputa pela a prefeitura municipal nas eleições de 2016, e dessa forma se reelegendo com folga para governar por mais 4 quatros os destinos da pequenina Ouro Velho.

Ao dar início ao seu novo mandato, a prefeita continuou dando uma nova cara a cidade, executou, trabalhou, realizou, esses são os três pilares aos quais Natália não abre mão, e tornou Ouro Velho referência em gestão, e eficiência com o dinheiro público.

Conhecida carinhosamente como Natália de Dr Júnior, ela ficará reconhecida pelo o seu trabalho a frente da cidade, e isso fez com que a sua aprovação atingisse à casa dos 90% (noventa porcento). Podemos dizer que é a prefeita que mais trabalha no Brasil.

 

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Política Parahyba – Entrevista
Comentários estão fechados.

Veja Também

Desembargador ordena sequestro de R$ 134,2 milhões de 30 denunciados da Operação Calvário

O desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator da Operação Calvário no Tribunal de Just…