Gustavo Bebianno morreu, neste sábado (14), em Teresópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro, após um infarto.

Bebianno, de 56 anos, estava em seu sítio, com seu filho, quando passou mal e sofreu uma queda.

O ex-ministro do governo Jair Bolsonaro morreu logo após ser levado a um hospital.

A morte foi confirmada pelo amigo e presidente estadual do PSDB, Paulo Marinho.

“A cidade do Rio perdeu um candidato que iria enriquecer o debate eleitoral, e eu perdi um irmão”, afirmou Marinho.

No último dia 5 de março, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a pré-candidatura de Bebianno à Prefeitura do Rio de Janeiro.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Candidatos a vereador rompem com Micheila Henrique e anunciam apoio a Anna Lorena, em Monteiro

A candidatura à reeleição da prefeita Anna Lorena (PL) não para de receber adesões. Neste …