Caixa se prepara para lançar uma conta digital para dar agilidade ao repasse do dinheiro prometido aos brasileiros mais vulneráveis à crise do coronavírus.

A operacionalização do pagamento, que pode alcançar mais de 30 milhões de pessoas, é o maior desafio do governo. A direção do banco estatal espera bancarizar ao menos 10 milhões de brasileiros através da tecnologia, com custo operacional menor.

As lotéricas devem ser usadas para atender aos trabalhadores que podem receber o auxílio e não tem conta na Caixa, ou qualquer outra instituição financeira. Nos cálculos do  Ministério da Economia, o repasse mensal de R$ 600, o chamado “coronavoucher”, deverá custar R$ 45 bilhões ao governo.

O anúncio da conta digital será feito apenas quando a Caixa já estiver pronta para começar a operação, o que deve ocorrer depois da medida emergencial ter sido aprovada pelo Congresso Nacional.

Os recursos serão destinados aos trabalhadores informais e aqueles que aguardam na fila de espera do INSS para receber o BPC.  O benefício já foi aprovado na Câmara e agora depende da aprovação do Senado Federal, o que deve acontecer na próxima semana.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Economia
Comentários estão fechados.

Veja Também

VEJA A NOTA: Sócio do Política Parahyba rebate matéria do Portal Cariri Paraibano

Sócio do Portal Política Parahyba, Gabriel Moura, foi citado em uma matéria do Portal Cari…