O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cobrou mais uma vez do governo um pacote integrado de ações para enfrentar os impactos da crise provocada pela pandemia do coronavírus no País.

Segundo ele, o Parlamento tem ajudado e está aberto ao diálogo para construir as soluções, mas o governo precisa garantir previsibilidade para a sociedade brasileira e liderar esse processo. “Estou dizendo que, se o governo não decidir, o Congresso vai decidir. Isso é bom? É péssimo, porque a solução vai chegar de forma desorganizada. Isso vai gerar mais insegurança, por isso vou continuar cobrando”, ressaltou.

Maia participou de evento nesta sexta-feira do Grupo Lide, que reúne diversos segmentos empresariais. O presidente da Câmara disse que deveria ter sido proposta uma política compensatória para o setor de shoppings, por exemplo, como foi feito para o setor aéreo. “Isso não foi feito, mas não vamos brigar pra trás, vamos olhar o futuro”, disse o presidente.

Para Rodrigo Maia, é preciso superar as divergências entre os Poderes e entre o governo federal e os entes federados para encontrar consensos para solucionar a crise. “Quem precisa enfrentar os problemas é o Estado brasileiro”, completou.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Veja o vídeo: Ministério Público Federal deve abrir inquérito contra Prefeitura da Prata

A utilização de equipamentos fornecidos pelo governo federal aos municípios, por meio do P…