O deputado federal Efraim Morais Filho (Democratas) descartou a possibilidade de demissão do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Mandetta tem se mostrado eficaz e necessário diante do enfrentamento à pandemia causada pela Covid-19, no entanto, tem encontrado um obstáculo difícil de superar e que contraria as recomendações de prevenção ao novo coronavírus: o seu chefe, o presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com Efraim Filho, o ministro está firme em sua função, principalmente, após o último pronunciamento do presidente da República, que segundo ele, aderiu um tom mais sereno, uma fala mais técnica e menos política. “Mostrou preocupação e não trouxe ironia ou brincadeira nas falas, tratando a pandemia com ‘gripezinha’. Se esse fosse o discurso do presidente desde o início, a gente estaria num clima de bem menos tensão”, analisou o deputado.

Efraim Filho declarou que todos esperam do presidente da República, que é quem lidera o país nesse momento, uma postura de encararar com seriedade um problema que tem deixado famílias confinadas, crianças sem escolas e um comércio com prejuízos. “Mandetta tem, com suas orientações técnicas embasadas na ciência, conquistado a confiança da família brasileira e acho que com sua saída da Saúde seria uma péssima notícia, não apenas para o governo, mas para todo o Brasil”, garantiu o deputado.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

‘Se for candidato, serei para cuidar dos que mais precisam’, afirma Cícero Lucena

O ex-senador Cícero Lucena (Progressistas) decide em 15 dias se será candidato à Prefeitur…