Foram destinados nesta semana mais de $ 5,3 milhões pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) para prevenção e combate à Covid-19 na Paraíba. Os valores são resultado da atuação do órgão em indenizações por danos morais coletivos e multas trabalhistas. O MPT chama a ação de “Destinômetro Covid-19”.

No estado, a verba tem o objetivo de financiar a aquisição de pelo menos 20 unidades de ventiladores pulmonares e equipamentos de proteção individual (EPIs) para profissionais que estão na linha de frente combatendo a pandemia.

O Fundo Estadual de Saúde da Paraíba recebeu R$ 828.275,94. Já o município de João Pessoa recebeu aproximadamente R$ 1.200.000 para melhor equipar as unidades de saúde, garantir condições mais seguras aos profissionais da área e adquirir acessórios para equipamentos de ventilação mecânica e para uso em oxigenoterapia nas unidades de saúde.

Em Campina Grande, aproximadamente R$ 120 mil foram destinados à Secretaria Municipal de Saúde para a aquisição de óculos de proteção (EPIs); serviço de reparo de máquina de Raios X; aquisição de ar condicionado para ampliação de leitos no Hospital Dom Pedro I (referência para tratar infectados pelo coronavírus) e para o combate à disseminação de ‘fake news’ sobre a pandemia. Cerca de R$ 340 mil foram para o Fundo Municipal de Saúde de Campina Grande, para o combate e a prevenção à Covid-19.

“O MPT vem destinando, em todo o Brasil, recursos decorrentes de sentenças e acordos judiciais, em processos que tramitam na Justiça do Trabalho, para o enfrentamento da crise causada pelo novo coronavírus. Esses recursos serão importantíssimos para auxiliar na aquisição de equipamentos de proteção para os profissionais de saúde, aquisição de respiradores e insumos, de testes e aparelhamento das unidades de saúde”, ressaltou a procuradora-chefe do MPT na Paraíba, Myllena Alencar.

O Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, recebeu R$ 863.953,40, destinados à aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os profissionais de saúde da unidade.

O Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) recebeu em torno de R$ 37 mil para a compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) e itens médico-hospitalares.

Lista de verbas destinadas pelo Ministério Público do Trabalho na PB

  • R$ 2 milhões para o Estado da Paraíba para aquisição de ventiladores pulmonares (pelo menos 20 unidades) e EPIs.
  • R$ 828.275,94 para o Fundo Estadual de Saúde da Paraíba.
  • R$ 1,2 milhão para o município de João Pessoa para melhor equipar suas unidades de saúde, EPIs e material médico-hospitalar.
  • R$ 863.953,40 para o Hospital Universitário da UFPB para aquisição de EPIs.
  • R$ 120 mil para a Secretaria de Saúde de Campina Grande, para ações de combate à Covid-19, EPIs e ampliação de leitos do Hospital Dom Pedro I.
  • R$ 340 mil para o Fundo Municipal de Saúde de Campina Grande, para as ações de combate à Covid-19.
  • R$ 37 mil para o Hospital Universitário da UFCG, em Campina Grande, para EPIs e itens médico-hospitalares.
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Economia
Comentários estão fechados.

Veja Também

ÁUDIO: Genivaldo Tembório intermedia doação de terrenos e deve virar alvo de representação por uso da maquina pública para fins eleitorais

O candidato a prefeito pela coligação ‘O trabalho continua’, Genivaldo Tembório (Cidadania…