Enquanto seu regime minimiza riscos da pandemia, o ditador está sumido há mais de um mês.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a última aparição pública de Daniel Ortega, ditador da Nicarágua, aconteceu há 31 dias.

Ortega foi visto pela última vez no dia 12 de março, quando participou de uma videoconferência com líderes da América Central sobre a pandemia.

Desde então, uma onda de especulações sobre o paradeiro do ditador teve início.

Veículos da imprensa mundial especulam sobre a situação de saúde de Ortega. Rumores sobre o seu possível falecimento, que poderia ter sido mantido em segredo, também estão circulando.

O sumiço público temporário de Daniel Ortega não é inédito, embora essa ausência que já dura mais de quatro semanas seja um recorde para o ditador, destaca o jornal Gazeta do Povo.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Política
Comentários estão fechados.

Veja Também

ATITUDE LAMENTÁVEL: Candidata a Vice-Prefeita em Ouro Velho chama à população de ‘Porcos’

A candidata à vice-prefeita na chapa encabeçada pela Irmã Paula, Professora Camila, em sua…