Numa quarta-feira (15/04) em que sua demissão foi cogitada o dia inteiro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, surpreendeu e apareceu na entrevista coletiva diária do Palácio do Planalto sobre as ações contra o novo coronavírus. E acompanhado de Wanderson de Oliveira, seu secretário de Vigilância em Saúde, que havia pedido demissão mais cedo.

“Hoje se falou muito, mas não aceito [a demissão], acabou esse assunto. Vamos trabalhar juntos até o momento de sairmos juntos do Ministério da Saúde”, disse Mandetta.

O Planalto havia aviado os jornalistas de que não haveria perguntas na apresentação desta quarta, mas o ministro já disse que quer falar com os jornalistas. No momento, ele apresenta os novos números.
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

ÁUDIO: Genivaldo Tembório intermedia doação de terrenos e deve virar alvo de representação por uso da maquina pública para fins eleitorais

O candidato a prefeito pela coligação ‘O trabalho continua’, Genivaldo Tembório (Cidadania…